segunda-feira, 1 de março de 2021

Presidenta Vilmaci Viana fala um pouco sobre os 15 anos da Academia Apodiense de Letras - AAPOL. Assista ao vídeo:

A AAPOL - Academia Apodiense de Letras, idealizada pelo professor Vingt-Un Rosado, foi fundada às 10 horas, do dia 23 de março de 2006, na Casa de Cultura de Apodi,  pelo maior historiador da memória viva de Apodi, Marcos Antônio Pinto e um grupo de intelectuais apodienses: José de Paiva Rebouças, Raimundo Vieira de Souza (In memorian), Dionizio Cosme Neto, Flaviano Moreira Monteiro, Antônio Caubí Marcolino Torres, Antônio Viana de Sousa, Antônia de Oliveira Torres Alves, Alaíres Dias de Freitas (In memorian), Edivan Pinto (In memorian), Francisca Ferreira da Costa Maia, Francisco Janilson de Carvalho, Francisca Francina Mota, Isa de Aceto Mota (In memorian), Leila Carla Dantas de Sena, Maria da Saúde de Sousa Silva, Maria Romana Leite (In memorian), Maria do Socorro da Silveira Pinto (In memorian), Maria Vilmaci Viana dos Santos, Maria de Lourdes da Silveira Bezerrra, Maria Ieda da Silva, Maria Salomé de Oliveira Pinto, Maria Necy Noronha e Sousa, Marcos Leite de Sousa, Antônio Genildo de Sousa, Nuremberg Ferreira de Sousa, Padre Peter Marinus Marias Neefs (In memorian), Raimunda Nonata da Silva Rêgo, Rosa Ferreira de Lima (In memorian), Raimudo Pereira da Silva (In memorian), William Lopes Guerra, Padre Theodoro Johanees, Maria Francisca Pinto Gomes e Araújo (In memorian), Coelli Magno Pinto, Antônio Rosemberg Pinheiro e Mota e Francisco Holanda Cavalcante (In memorian).

Primeira instituição de preservação histórica e literária de Apodi, considerada como principal pilar da cultura local, a AAPOL é uma instituição civil, sem fins lucrativos, que tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento da literatura e da cultura do município de Apodi, sendo composta por 40 cadeiras com os seguintes patronos, ilustres apodienses (In memorian), cujos nomes honrosamente encimam suas respectivas cadeiras: 01-  Isabel Aurélia Torres, 02- Alice Magno Pinto, 03- Claudina Maria de Oliveira Neves Pinto, 04- Gerson Lopes Guerra, 05- Antônia Filgueira, 06- Antônio de Pádua Leite, 07- Alvani de Freitas Dias, 08- Valter de Brito Guerra, 09- Newton Pinto, 10- Carmelita Ferreira Lima, 11- Maria Zenilda Gama Torres, 12- Eudóxio Magno Pinto, 13- Antônio Ferreira Pinto, 14- Maria de Lourdes de Aceto Mota, 15- Auri de Aceto Mota, 16- Raimunda Alves da Costa, 17- Francisco Alcivan Pinto, 18- Padre Jonas Magno Pinto, 19- Olindina Diniz, 20- Valdemira Lopes Cabral, 21- Raimundo Nonato Ferreira da Mota, 22- Sebastiana Pereira Costa Oliveira,  23- Raimundo Valdoci de Melo, 24- Raimunda Dantas, 25- Maria da Conceição Dantas de Sena, 26- Terezinha de Jesus Costa Câmara Brito, 27- Sebastião Lúcio da Silva, 28- Maria Isabel de Noronha, 29- José Leite, 30- José Martins de Vasconcelos, 31- Joana Ester Soares, 32- Antônio Dantas de Morais, 33- Francisco Ferreira Pinto, 34- Valdemiro Pedro Viana, 35- Padre Felipe Bourel, 36- Veríssimo Máximo Gama, 37- Manoel Nogueira Ferreira, 38- Antônio Manoel Coriolano de Oliveira, 39- Albaniza Barbosa de Melo, 40- Luís Sabino da Costa.

“Na nossa sede está instalada a editora Tapuya, Biblioteca José Leite e o Museu do Livro de Apodi”, comentou a presidente Vilmaci Viana.

A sede fica localizada à rua Padre Jonas Magno Pinto,145, centro, em frente à Escola Ferreira Pinto.

Nenhum comentário: